Você sabe quais são os quatro níveis de aprendizagem do inglês?

Querendo ou não, o inglês é a língua global dos negócios. Mais e mais empresas multinacionais estão exigindo o inglês como a linguagem corporativa comum – Airbus, Daimler-Chrysler, Fast Retailing, Nokia, Renault, Samsung, SAP, Technicolor e Microsoft em Pequim, para citar algumas – na tentativa de facilitar a comunicação e desempenho em funções geograficamente diversificadas e nos empreendimentos comerciais.

Converter o idioma principal de uma empresa não é uma tarefa fácil. Num estudo realizado recentemente pela Harvard Business School, desenvolveu-se uma estrutura para avaliar a prontidão e as diretrizes de funcionários e empreeendedores para adotar uma “mudança linguística”. A adoção depende de dois fatores principais: a adesão dos funcionários e a crença na sua conviccção. A atratividade é o grau em que os funcionários acreditam que um único idioma produzirá benefícios para eles ou para a organização. A crença em sua própria capacidade é a medida em que eles estão confiantes de que podem ganhar fluência suficiente para passar no teste.

As duas dimensões se combinam para produzir quatro categorias de resposta à mudança, como mostrado na matriz “Quatro tipos de resposta do funcionário”. Idealmente, os funcionários cairiam no que é chamado de categoria “inspirada” – aqueles que estão entusiasmados com a mudança e confiante de que eles podem fazer a mudança. Eles são otimistas e provavelmente aceitarão o desafio. Mas, sem dúvida, alguns funcionários vão se sentir “oprimidos”. Essas pessoas não acham que a mudança é uma boa ideia, e eles não acham que vão fazer isso.

Espectro das dimensões de aprendizagem do inglês

A realidade é que, sem o envolvimento, os funcionários não se preocupam em se aperfeiçoar no idioma; se não acreditarem no que estão fazendo, perderão a esperança. Foram identificadas algumas diretrizes que os gerentes podem seguir para ajudar as pessoas.

Líderes e gerentes podem ajudar os funcionários a passar de uma caixa para outra com mais facilidade do que você poderia esperar. Existem estratégias bastante simples que auxiliam a mudança, geralmente envolvendo alguma combinação de um forte impulso psicológico e treinamento prático. Para deslocar funcionários de “frustrados” para “inspirados”, por exemplo, os gerentes podem oferecer incentivos constantes e uma série de oportunidades de desenvolvimento da língua, como bônus e benefícios, ou até mesmo aliviar o ambiente de trabalho, promovendo músicas e filmes da língua nativa, com workshops e/o palestras. Para transferir funcionários de “indiferentes” para “inspirados”, os gerentes devem trabalhar para melhorar a adesão – assim que esses funcionários se sentirem investidos na mudança, suas habilidades o seguirão.

By | 2018-10-03T20:37:29+00:00 outubro 3rd, 2018|Curiosidades|0 Comments

Leave A Comment